Restaurantes – os estrelados

Comecemos a lista pelos estrelados do Guia Michelin, a publicação sobre o tema mais famosa (e polêmica) da Europa.
Na cidade de Barcelona há 11 restaurantes com uma estrela Michelin (e nenhum com duas ou três, a cotação máxima). A poucos quilômetros de viagem, no entanto, é possível visitar três detentores de três estrelas (o famosíssimo El Bulli, do revolucionário chef Ferran Adrià, na cidade costeira de Roses, o Racó de Can Fabes, de Santi Santamaria, em Sant Celoni, e o Sant Pau, de Carme Ruscalleda, em Sant Pol de Mar) e um duas estrelas (o Celler de Can Roca, em Girona).
Em Barcelona, oito dos restaurantes com uma estrela estão localizados em áreas centrais.

Nos arredores do Passeig de Gràcia estão:

Caelis – Restaurante do Hotel Palace, localizado na Gran Via. Cozinha contemporânea.

Drolma – Restaurante do Hotel Majestic, no Passeig de Gràcia. Inaugurado em 1999, é comandado pelo chef Fermín Puig. Cozinha de temporada.

Gaig – Restaurante do hotel-butique-modernésimo Cram, no Eixample, na esquina da Aragó com Aribau. Carles Gaig, o chef, é a quarta geração da família no comando da casa, fundada em 1869, e achou na juventude que não tinha jeito para a coisa. Chegou a ser mecânico de automóveis antes de assumir o negócio familiar, que ficava no bairro Horta. Cozinha clássica e moderna, com destaque para os produtos de temporada.

Moo – Restaurante vanguardista do hotel cinco estrelas Omm, a cargo dos irmãos Roca (do estrelado e já citado Celler de Can Roca, em Girona).

Jean-Luc Figueras – Este na verdade fica no bairro de Gràcia, mas bem perto do Eixample e do Passeig de Gràcia. É, como o Gaig, ao mesmo tempo tradicional e moderno, combinando os melhores ingredientes frescos da autêntica cozinha mediterrânea catalã com os excelentes ventos da nova cozinha espanhola.

Perto da Sagrada Família:
Alkimia – É o frisson entre os novos restaurantes. Na esteira de Ferran Adrià, o chef Jordi Vilà reinterpreta de maneira minimalista os pratos tradicionais da cozinha catalã.

Na região do Born ficam:
Àbac – Restaurante com carta moderna e, como define o Guia Michelin, “inventiva”. Em frente à Estação Francia.

Hofmann – Situado junto a uma escola de hotelaria, em um prédio restaurado. Cozinha também “inventiva”.

Um pouco mais longe das regiões mais turísticas estão outros três com uma estrela:

El Racó d’en Freixa – Localizada na região norte, a casa do chef Ramón Freixa é uma das mais tradicionais da cidade.

Via Veneto – Na área residencial norte, tem fama de servir excelentes cogumelos, que são um dos ingredientes mais apreciados na Catalunya. Cozinha internacional.

Neichel – Na região residencial de Pedralbes, a mais chique e discreta da cidade. O chef, Jean Louis Neichel, é francês. Cozinha francesa (como não poderia deixar de ser).

Não deixe de conferir no site dos guias Frommer´s a lista de restaurantes recomendados. Eu poucas vezes me decepcionei ao confiar nas observações deles sobre comida nas minhas viagens:
http://wiley.frommers.com/destinations/barcelona/45_inddin.html

Vale a pena também dar uma olhada nas dicas Frommer’s sobre onde é melhor comer em vários casos e situações (frutos do mar, comida vegetariana, tapas, com crianças, no domingo ao maio-dia, etc.):
http://wiley.frommers.com/destinations/barcelona/0045020003.html

Luciane Aquino

Militante da economia digital, jornalista, viajadora, curiosa, leitora, tricoteira.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

VouViajar

contato@vouviajar.blog.br
+5551996782790

RBBV
VouViajar
Receba nossas dicas de viagem por e-mail: