Hotel em Santiago: como é o Atton El Bosque, em Las Condes Vou viajar: Hotel em Santiago: como é o Atton El Bosque, em Las Condes

9 de agosto de 2015

Hotel em Santiago: como é o Atton El Bosque, em Las Condes




Voltamos agora do Chile e passamos algumas noites no hotel Atton El Bosque, em Las Condes, em Santiago. Foi a primeira vez que ficamos nesse bairro e pretendemos voltar para lá na próxima vez. o hotel não pode ser melhor localizado: fica bem pertinho de todos os restaurantes da rua Isidora Goyenechea, está a um pulo do shopping Costanera Center, que, além das lojas, tem cinema e teatro, e fica a três quadras do excelente metrô da capital chilena.

Além disso, o Atton aceita com facilidade acomodar um casal e duas crianças no mesmo quarto (o que não anda nada fácil). Como o ambiente é amplo e o banheiro é de bom tamanho, dá pra ficar todo mundo junto sem aperto. E, se você der sorte, ainda consegue uma linda vista para os Andes e para os edifícios de design que se erguem na região, que é uma das que mais cresce na cidade.

Quarto duplo com duas camas queen
Quarto com cama king (e vista) tem opção para quartos conectados
Tem wifi no quarto e nas áreas comuns, e permite conectar todos os aparelhos da família (por que raios ainda tem hotel que, mesmo cobrando, limita o número de devices?). Não é nenhuma maravilha veloz da tecnologia mas quebra o galho.

O business center é bastante bom e o pessoal do hotel é bem liberal com os pré-adolescentes que resolvem usá-lo para combater a crise de abstinência do computador.

O banheiro tem secador de cabelo, banheira e produtos básicos de higiene (shampoo, condicionador, sabonete em barra). A touca de cabelo vem acompanhada de um elástico de cabelo, que é basicamente um dos itens mais MARA que uma mulher pode encontrar em um hotel.
E, para os que usam lente de contato, como eu: a pia tem tampa (YESSS!).

Não esqueça de levar adaptador para as tomadas elétricas. Embora o Chile use tomada de três pinos que acomoda a antiga flecha de dois pinos do Brasil, você vai ter problemas se quiser usar carregadores com os pinos americanos. Nenhuma novidade, né? Adaptador é item obrigatório na mala de brasileiro...

Se tudo der errado, não esqueça de que pode carregar o celular e o tablet na tomada USB da tevê. Só não esqueça de deixar ligada, porque senão não acontece nada.
A voltagem é 220V.


O café da manhã é bastante bom: tem opções para crianças, para quem está em dieta calórica, sem glúten e sem lactose. As frutas, como em todo o Chile e Argentina, estão no buffet mas deixam a desejar. A maior parte é em conserva. Não entendo como um país que produz tanta fruta de qualidade não esfrega isso na nossa cara no café da manhã.

Restaurante do Atton El Bosque
O restaurante, apesar de muito bem atendido, fica enquadrado na categoria de "um pouco melhor do que a maioria dos restaurantes de hotel". Ou seja, quebra o galho para aquele jantar do dia do cansaço mas não vai deixar lembranças. Melhor mesmo caminhar até a Isidora Goyenechea e se aventurar nas dezenas de opções gastronômicas que há ali.



O Atton tem uma academia pequena mas cumplidora e que, além de tudo, tem uma vista espetacular. A piscina é aberta (sim, aquilo ali em cima na foto não é vidro. É céu mesmo). E, é claro, ela é GE-LA-DA. Eu entraria depois de cinco pisco sour e valendo aposta.

O pisco sour do Atton, aliás, vale e muito a pena. Mas sem piscina, pelamor.

Outras opções de hotel no mesmo bairro:
NH Collection Plaza Santiago (em frente ao Costanera Center)
Doubletree by Hilton Vitacura (em frente ao NH)
Intercontinental Santiago (mais próximo à Isidora Goyenechea)
W Santiago (em frente à Plaza Perú, que tem uma feira ótima de antiguidades aos domingos)
La Sebastiana Suites (um aparthotel bem próximo ao Atton)
Aconcagua Aparthotel (ao lado do La Sebastiana)

Leia também:
Roteiro de quatro dias com crianças no Atacama
Quando ir ao Atacama - temperatura e chuvas
Onde ficar em San Pedro do Atacama - Hotel Kimal
Livros sobre o chile em espanhol
Memórias e relatos sobre o Chile em inglês
Guias de viagem sobre o Chile
O que levar na mala para esquiar
Roupa de esqui: alugar ou comprar?