Porto Alegre tem albergues muito bem localizados (e baratos!) Vou viajar: Porto Alegre tem albergues muito bem localizados (e baratos!)

24 de novembro de 2015

Porto Alegre tem albergues muito bem localizados (e baratos!)


O problema de optar por um hostal ou albergue em qualquel lugar do mundo é normalmente a localização. Para conseguir ofertar diárias competitivas, a maioria dos estabelecimentos se instala em regiões mais baratas - e consequentemente menos atraentes.

Porto Alegre tem pelo menos dois albergues com excelente localização: o Obah, que fica no coração da muvuca do Moinhos de Vento, e o Brick, que fica no bairro alternativo "cabeça" Bom Fim.

Área de convivência do Obah (foto: divulgação)
O Obah tem um bar na calçada (foto:divulgação) 
O endereço do Obah é de hotel cinco estrelas: fica na classuda rua Dinarte Ribeiro, a poucos passos da rua Padre Chagas (a Oscar Freire local). A menos de 100 metros dali há lojinhas transadas, restaurantes e cafés bacanas e baladas. Muitas baladas. Além disso, está ao lado do Shopping Moinhos e do Parcão. Em resumo, você usufrui das vantagens do Sheraton (que está ao lado) pagando preço de hostel.

Quarto coletivo do hostal Obah (foto: divulgação)
O hostal está instalado em um casarão histórico da rua, e tem quartos coletivos e duplos privativos. Oferece café da manhã, roupa de cama e de banho e wifi em todos os ambientes. Além da área coletiva construída com materiais orgânicos e reciclados, tem um barzinho na calçada que é uma delícia para assistir o movimento do bairro enquanto se toma algo.

Consulte os preços para confirmar, mas usualmente os quartos coletivos custam de R$50 a R$60 por pessoa e o privativo custa R$120.

Veja as fotos e avaliações dos hóspedes do Obah no Trip Advisor

O Brick fica numa rua simpática a poucas quadras do parque da Redenção e enterrado no coração da cultura alternativa da cidade. No entorno, há dezenas de opções de cafés e restaurantes orgânicos e/ou vegetarianos, bares descolados, brechós e antiquários. Nas ruas, a moçada carrega seus produtos ambientalmente responsáveis em sacolas de pano e há cada vez mais bicicletas. Há inclusive uma estação do Bike POA a poucos metros do albergue.

Quarto coletivo feminino do Brick Hostel (foto: divulgação)
Suíte privativa do Brick Hostel (foto: divulgação)
Além de quartos coletivos mistos e exclusivamente femininos, o Brick oferece quartos duplos. Todos têm armário individual. O café da manhã está incluído na diária, assim como o wifi. A área coletiva inclui sala com lareira, um quintal charmoso e churrasqueira liberada. Para completar, o Brick é o hostal da cidade com melhor avaliação dos hóspedes no TripAdvisor.

Consulte os preços para confirmar, mas usualmente os quartos coletivos custam de R$42 a R$50 por pessoa e o privativo com banheiro custa R$150.

Veja o vídeo do Brick: