Vindima na Serra Gaúcha: os programas que você não pode perder

O passeio no tuque tuque colonial é uma tradição da vindima na Serra Gaúcha (foto: Divulgação)

A festa mais alegre da Serra Gaúcha começa em janeiro e vai até março: é a época da colheita da uva na Região da Uva e do Vinho, que compreende o Vale dos Vinhedos, Pinto Bandeira, Caxias do Sul, Flores da Cunha e todos os municípios do entorno. Como nos tempos ancestrais, é tempo de música, vinho e de cultivar as tradições trazidas da Europa. Para os turistas, é hora de botar o chapéu de palha, fazer piquenique embaixo dos parreirais, andar de carroça e amassar uvas com os pés. E de beber e comer bem, é claro

E, ao contrário do que a maioria pensa, a festa da vindima não ocorre só no Vale dos Vinhedos, que acolhe algumas das vinícolas mais famosas do país, como a Miolo e a Casa Valduga. Ela é comemorada em praticamente todos os municípios da região e engloba pequenos e grandes negócios. Ha programa para todos os gostos e bolsos, portanto.

O que você PRE-CI-SA fazer nessa época:
– Pisa da uva – literalmente, pisar nas uvas com os pés dentro de uma tina, como se fazia antigamente. Manchou a roupa? Não tem problema, é só usar a dica da nonna (vai ter uma ali do lado pra dizer isso a você): não lave com sabão. Use só agua, vinho branco ou vinagre de vinho branco. Pra mim deu certo.
– Colheita da uva – dá pra fazer na programação de uma vinícola, hotel ou agência (várias opções abaixo) ou na beira da estrada. Alguns agricultores permitem que você pague por uma caixa e colha.
– Piquenique – há várias opções de programação turística, mas você também pode montar a sua sacola com os produtos coloniais vendidos em toda parte, adicionar vinho e suco de uva, pedir licença e sentar embaixo de uma árvore. Não é o que o pessoal faz quando vai à Europa? Quem vai nos impedir por aqui?Um alerta prático: faça seu planejamento e reserve sempre, mas não desista se você decidir tentar fazer algo no mesmo dia. Basta telefonar antes.

 
Veja alguns dos destaques da programação 2017 que nós separamos para vocês:

Pisa da uva na vinícola Cainelli

Fascínios da Vindima – é um pacote especial da Giordani Turismo que começa com uma das melhores experiências da colheita da uva em Bento Gonçalves: a da Vinícola Cainelli. A atividade, realizada em uma vinícola histórica da Rota Turística do Rio das Antas, é feita de tuque tuque e tem duas atrações imperdíveis: o seu Nei Tomasi, um “colono” típico contador de piadas, e a música italiana ao vivo, executada pelo jovem carismático Samuel Pedrotti e um coral de nonnas italianas. Mas não é só: o visitante colhe as uvas, degusta o merendim (lanche que os agricultores faziam embaixo dos parreirais durante a colheira) e depois amassa as uvas na tina de madeira. No fim, há a prova dos vinhos do jovem enólogo Roberto Cainelli Jr. Programa inesquecível e indicado para todas as idades!

A cultura italiana presente na vindima na vinícola Cainelli


A seguir, já bem alegre, a turma embarca para a Salton, que é o oposto da familiar Cainelli: uma estrutura industrial impressionante montada dentro de um prédio belíssimo adornado com obras de arte e jardins italianos. Na sofisticada sala de degustação, o visitante prova seis vinhos harmonizados com queijos e chocolates, e é apresentado à questão: vinho combina com chocolate? Eu agora tenho a minha opinião. Qual é a sua?

Paz, beleza e tranquilidade na vinícola Cristófoli


Agora, com o apetite de todo mundo aberto, o passeio tem o seu gran finale na vinícola familiar Cristófoli, na Rota Turística das Cantinas Históricas. Lá, depois de tomar o vinho doce (refresco de suco de uva fermentado que só é encontrado na época da vindima), o pessoal degusta uma refeição harmonizada de quatro pratos numa mesa coletiva rodeada por tonéis de madeira antigos. O cardápio inclui uma focaccia maravilhosa, salada com molho secreto (adorei tentar adivinhar qual é a fruta-surpresa), massa artesanal com tomatinhos assados, lombo recheado com geléia de abacaxi e pimenta e o melhor sagu que já comi na vida: de espumante com morangos.

O pacote Fascínios da Vindima é oferecido aos sábados e custa R$ 294 por pessoa (crianças até 5 aos não pagam, e de 6 a 12 anos pagam meia). Grupos de mais de 10 pessoas podem marcar para outros dias da semana. No Carnaval, será oferecido no sábado, domingo e segunda-feira. Reservas diretamente na Giordani Turismo: (54) 3455.2788 ou turismo@giordaniturismo.com.br
A atividade só na Cainelli pode ser reservada diretamente: (54) 3458.1441 ou contato@vinicolacainelli.com.br
O almoço pode ser reservado diretamente na Cristófoli: (54) 3439.1190 ou cristofoli@vinhoscristofoli.com.br

Veja outros passeios em Bento Gonçalves oferecidos pela Giordani Turismo

Piquenique embaixo dos parreirais na vinícola Larentis
Piquenique embaixo dos parreirais na vinícola Larentis
Piquenique na vinícola Larentis – Você sonha com um daqueles piqueniques na Toscana ou na Borgonha? Dá pra fazer um igualzinho na vinícola Larentis, no Vale dos Vinhedos, pagando em reais! Custa 70 reais por pessoa e pode ser feito de setembro a abril, nas tardes dos sábados e domingos. Inclui um espumante para cada duas pessoas, tábua de frios e pães, toalha, almofadas e uma vista espetacular. Prefira fazer num final de tarde. Reservas: larentis@larentis.com.br ou (54) 3453.6469
A uva colhida nas noites de lua cheia na Larentis será usada em um vunho especial enviado para a casa dos participantes no ano seguinte
A uva colhida nas noites de lua cheia na Larentis será usada em um vinho especial
enviado para a casa dos participantes no ano seguinte (foto: Divulgação)
Colheita Noturna na vinícola Larentis – Ocorre somente em dois dias em 2017: 11 de fevereiro e 4 de março. As datas são especiais porque coincidem com a lua cheia. O grupo é limitado a somente 30 pessoas por noite, que colhem as frutas com o auxílio de lanternas fixadas na cabeça. O vinho elaborado com essas uvas, chamado Colheita Noturna, é enviado para a casa dos participantes no ano seguinte. Custa R$ 200 por pessoa e inclui espumante, tábua de frios e prato quente.
Para reservar, entre em contato: larentis@larentis.com.br ou (54) 3453.6469

Brie com geléias de banana e de pimenta no Wine Garden da Miolo

Fim de tarde no Wine Garden da Miolo – Relaxamento total nos tapetes, almofadas e pallets espalhados pelo gramado da lindíssima vinícola Miolo. Descanse do trabalho duro colhendo e amassando uvas enquanto as crianças se divertem no espaço kids. Belisque pratos como empanadas e o queijo brie com castanhas de caju e geléia de banana. Se ainda houver bateria em algum aparelho eletrônico, bata umas fotos, mas não se esforce muito. Não é preciso fazer reservas, mas não espere atendimento rápido se for um dia de alta lotação. O espaço kids custa 48 reais a hora mas inclui lanche ou piquenique e brincadeiras a valer no bosque. Os pais também podem deixar as crianças entre 4 e 11 anos com os monitores enquanto visitam outras vinícolas: o período inteiro custa 148 reais. O Wine Garden funciona o ano inteiro nos finais de semana e feriados, das 10h às 18h30.

A colheita da uva é uma atração para todas as idades na vindima
A colheita da uva é uma atração para todas as idades na vindima
La Bella Vindimia, no Hotel Villa Michelon – Em todos os fins de semana, entre 13 de janeiro e 24 de março, a programação começa na sexta à tardinha, com uma visita à Casa do Filó e ao Memorial do Vinho. Em seguida, é hora de ir para o parreiral colher uvas e fazer a pisa das frutas dentro de tonéis como antigamente. É o ponto alto da festa para as crianças! Depois, ao por do sol, vem a colazione, que é a refeição com produtos coloniais típicos que os agricultores faziam no campo. Tem pão, embutidos, queijo e, é claro, suco de uva e vinho!
O evento é fechado somente para hóspedes e custa R$ 719 por pessoa, incluindo duas diárias.

A pisa da uva é uma das tradições da vindima na Serra Gaúcha
Vamos sujar os pés e pisar a uva, como antigamente?
Compassos da Merica Merica – Esse roteiro está disponível durante o ano todo em Flores da Cunha, mas se veste de vindima nessa época e oferece a colazione, a colheita da uva, passeio de carreta e a pisa da uva, entre outras atrações. É uma região lindíssima, com vista para o Vale do Rio das Antas, cheia de pequenas propriedades onde o turista pode conhecer de perto a rotina dos agricultores.
Informações e reservas: (54) 9694 4154 e contato@compassosdamerica.com.br

 

Wine Movie Peterlongo – A brincadeira aqui é assistir a um filme nos jardins da Peterlongo, junto aos parreirais localizados no centro da cidade de Garibaldi. Os visitantes poderão colher uvas e comer durante o filme. No dia 3 de fevereiro, será exibido a O Fabuloso Destino de Amelie Poulan. O ingresso custa R$ 30 se comprado com antecedência ou R$ 40 na hora. O limite é de 120 pessoas e os ingressos das edições anteriores se esgotaram rapidamente. Nós estivemos lá na inauguração do Wine Movie, em setembro de 2016 e contamos tudo neste post.

Degustação às cegas (literalmente) na vinícola Dal Pizzol

Degustação às cegas na vinícola Dal Pizzol – É uma experiência inesquecível. Vendados, os visitantes são convidados a estimular os sentidos e tentar adivinhar o conteúdo dos copos que lhes são oferecidos.
Reservas: (54) 3449.2255 ou dalpizzol@dalpizzol.com.br
O tour da Brocker Turismo sai de Gramado e Canela e inclui visita e almoço ao ar livre na vinícola Cristofoli e a degustação na Dal Pizzol à tarde (clique para reservar).

Clique para ver a programação completa de várias cidades da Serra Gaúcha:
Luciane Aquino

Militante da economia digital, jornalista, viajadora, curiosa, leitora, tricoteira.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

VouViajar

contato@vouviajar.blog.br
+5551996782790

RBBV
VouViajar
Receba nossas dicas de viagem por e-mail: