Quem me conhece e conversa sobre viagens comigo sabe que eu não gosto de recomendar hotéis sem conhecer ou sem que alguém de confiança (ou seja, alguém com o gosto parecido com o meu) tenha se hospedado lá.

Ouve-se muito sobre os hotéis de Buenos Aires, e as observações mais freqüentes são:
– Estão baratos se comparados com os brasileiros da mesma categoria
– Muitos dos baratíssimos oferecidos em pacotes igualmente baratíssimos são velhos e péssimos, apesar de centrais
– São barulhentos

Vou comentar apenas um, onde já estive: o Park Château Kempinski.
Ele fica na Recoleta, numa ruazinha calma e simpática, bem perto da bela embaixada brasileira. É perfeito para quem gosta de tranqüilidade e de caminhar bastante, porque dali dá pra ir a parques, dá pra ir para o centro (é uma boa mas agradável puxada) e dá pra andar a esmo, olhando a vida porteña passar com aquele incrível charme.
Os quartos são muito bons, considerando o que eu acho importante em um quarto de hotel: cama boa, banho bom e decoração agradável. O café da manhã é no máximo médio, considerando o que eu acho importante em cafés da manhã: variedade e paladar. Pra quem desperta contente com café preto e pão e não exige muita rapidez, tá bem-bom.
Na pracinha da esquina, à direita de quem sai do hotel, há um restaurantezinho muito simpático, ideal para gosta de ler calmamente o jornal no final da manhã.

Park Château Kempinski
Talcahuano 1253
6777 0400
http://www.parkplazahotels.com/chateau/index.htm
reservas@parkplazahotels.com

Luciane Aquino

Militante da economia digital, jornalista, viajadora, curiosa, leitora, tricoteira.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copyright ©2017, THE VOUX MAGAZINE. All Rights Reserved. CREATED BY FUELTHEMES